domingo, 12 de setembro de 2010

Chico Xavier - O médium mais amado do mundo já teria reencarnado

Francisco Candido Xavier, também conhecido como Chico Xavier, foi um médium brasileiro que trouxe conforto para milhares de famílias através de mensagens espirituais.

Nascido em 1910 em uma pequena cidade no sudeste do Brasil, Chico Xavier se tornou um dos médiuns mais amado do mundo. Quando morreu, em 2002, aos 92 anos, milhares de pessoas se reuniram no cemitério para dar adeus a quem mudou muitas vidas através de mensagens espirituais.

As mensagens vieram de seu guia, um espírito chamado Emmanuel, Xavier, que afirmou ser o autor de mais de 400 livros psicografados que durante sua vida.

Psicografia é uma espécie de escrita automática em que o espírito dita as palavras ao meio ou assume o corpo do médium para escrever uma mensagem. Embora as habilidades psíquicas de Xavier fossem questionadas muitas vezes, a autoridade de Xavier impressionou todo o mundo por psicografar em diferentes línguas, fornecendo os nomes completos e assinaturas reconhecidas de pessoas falecidas e até mesmo resolver crimes.

Apesar da atenção que recebeu da imprensa e de espíritas, ele nunca aceitou dinheiro em troca de sua psicografia e todo o lucro de muitos livros que ele vendeu foram imediatamente doados a instituições de caridade, como ele alegou que ele não era o autor dos livros - o mundo espiritual que era.

A Vida de Chico Xavier
Xavier nasceu em uma pobre família católica. Desde tenra idade ouvia vozes estranhas e até mesmo conversava com sua falecida mãe, que o visitava regularmente. Como sua família era muito religiosa, seu pai acreditava que as coisas que ele ouvia eram demoníacas e fez o jovem Chico acreditar que ele estava sendo influenciado pelo diabo.

No entanto, as vozes continuaram e logo ele estava realizando curas na cidade que ele viveu. Pessoas se reuniram em sua pequena casa para serem curadas por Chico e receber mensagens de entes queridos que já haviam falecido.

Xavier sentou-se na esquina com lápis e papel e começou a escrever cartas e mensagens, fornecendo números de assinaturas, a identificação e os detalhes que só a família poderia saber. No final das sessões, lia as cartas em voz alta, e alguém na sala se levantav-se em lágrimas, reconhecendo os fatos que ele havia descrito e os nomes que ele tinha fornecido. Às vezes, ele mesmo escreveu em diversas línguas - hebraico, francês, alemão ou qualquer outra língua que a família do ente espiritual falava

Espiritismo - Obras de Chico Xavier e Emmanuel
Chico Xavier não só ouviu a voz do seu guia espiritual - Emmanuel - mas ele também podia ver e tocar-lhe. Em sua biografia, diz-se que às vezes ele até discutiu com Emmanuel, que Emmanuel lhe deu a tarefa de psicografar centenas de livros em um curto período de tempo, o que fez Chico exausto e doente - ele desenvolveu problemas nos olhos, por vezes ele iria escrever um livro inteiro em apenas um dia.

Sob a orientação de Emmanuel, Chico Xavier escreveu livros que mais tarde viriam a tornar-se livros de referência para aqueles que estudam o Espiritismo. livros de Emmanuel explicam sobre o mundo espiritual, colônias espirituais, vida após a morte, os mecanismos da mediunidade, etc

Ele não só psicografou escritos de Emmanuel, mas psicografou  também poemas inéditos de poetas brasileiros falecidos, como Olavo Bilac e Augusto dos Anjos. Esses poemas fizeram os especialistas da literatura brasileira completamente mudos e nunca ninguém se atreveu a dizer que os poemas não pertencem aos autores falecidos.

Chico Xavier se tornou uma das figuras centrais do Espiritismo no Brasil e os livros psicografados são lidos em praticamente todos os Centro Espíritas como ferramentas de aprendizagem.


Resolução de crimes  através da habilidade psíquica
Xavier também ajudou a resolver alguns crimes em contato com os espíritos das vítimas mortas e fornecer a informação que ele recebeu para a polícia. É um fato conhecido que uma vez que um juiz liberou um jovem que era acusado de assassinar um colega, e uma mensagem  psicografada da vítima por Chico Xavier dizendo que o crime tinha sido um acidente e que o jovem não era culpado.


Um grafologista forense em comparação de assinaturas garantiu que a assinatura pertencia à vítima. Os pais ficaram tão impressionados com a precisão dos detalhes na carta, que imediatamente perdoaram aquele que eles acreditavam o ser responsável pela morte de seu filho.

Chico Xavier permaneceu um homem simples e pobre de toda a sua vida, nunca aceitou qualquer tipo de pagamento, sempre promovendo a caridade e proporcionando conforto para as famílias que perderam seus entes queridos. Recentemente, um grande filme dirigido por Daniel Filho sobre a vida de Xavier foi lançado, revelando ao mundo o grande homem que ele realmente era.

psychic-abilities.suite101.com
Fonte: Souto Maior, Marcel. As Vidas de Chico Xavier. Editora Planeta Brasil, 2003.


Fantastico: Guia espiritual de Chico Xavier teria reencarnado na Terra 12 09 fantastico Guia espiritual de Chico Xavier teria reencarnado na Terra 12 09 2010


Um comentário:

  1. grasiele dos santos4 de fevereiro de 2011 17:27

    eu adoro tudo que fala sobre o chico,acho que esse mundo que ele vivia e miuto interessante,e muito lindo,agrdeço a Deus por ter nos dado um Homem como Ele,pena que ele ja desencarnou e eu nnão tive a oportunidade de conhece-lo

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar, só lembramos que não podemos aceitar ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Comentários racistas, homofóbicos e caluniosos não podemos publicar.