quarta-feira, 13 de julho de 2011

Homem que teve pênis cortado pela esposa se recupera após cirurgia

Hospital disse que vítima está bem, mas não divulgou maiores detalhes.
Segundo polícia, esposa colocou droga em comida antes de mutilar marido.


O americano que teve o pênis cortado pela própria esposa, que em seguida o jogou num triturador, está se recuperando após cirurgia, disseram autoridades do centro médico em que ele está internado ao jornal “Los Angeles Times”.

A vítima de 51 anos, cujo nome foi mantido em sigilo, foi levado na segunda-feira ao centro médico UC Irvine, onde foi submetido a uma operação de emergência, segundo médicos. O hospital divulgou que ele está bem após a cirurgia, mas se recusou a dar maiores detalhes sobre o paciente.
Susan Kang Schroeder (c), relações públicas da Procuradoria de Orange County, fala à imprensa após o depoimento de Catherine Kieu Becker, cuja foto é exibida à direita, nesta quarta (Foto: AP)

Segundo a polícia do condado de Garden Grove, a esposa da vítima o fez adormecer após colocar uma droga em sua comida e então cortou seu pênis com uma faca de cozinha.

Antes de os policiais chegarem à casa dos dois, na noite da última segunda, Catherine Kieu Becker, 48, ligou para o 911 (número para emergência nos EUA) e fez um depoimento espontâneo, dizendo que seu marido “mereceu”.

Segundo a polícia, não há um motivo aparente para o ataque. O casal, que estava junto há um ano e meio, tinha iniciado um processo de divórcio em maio. O inquérito mostra que os dois não tinham filhos e sugere que o marido tinha iniciado o divórcio.

“Inicialmente, não há nada além do processo de divórcio”, disse o responsável pela investigação, Jeff Nithtengale, ao “Los Angeles Times”. “Nâo há nenhum motivo aparente que tenha levado a esse nível de violência.”

Catherine Kieu Becker foi presa por cárcere privado, agressão com arma mortal, tentativa de envenenamento e maus-tratos. A natureza do crime fez os investigadores o classificarem com um agravante de mutilação, o que pode levar a uma sentença de prisão perpétua, segundo Nightengale.

Becker está sendo mantida detida sob uma fiança de US$ 1 milhão.


Do G1, em São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar, só lembramos que não podemos aceitar ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Comentários racistas, homofóbicos e caluniosos não podemos publicar.

Postar um comentário