segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Deprimido, hermafrodita deixa de ser Carl após 40 anos para virar Caroline

Hermafrodita descobre que possui órgãos sexuais feminino e masculino aos 19 anos e passa a viver como mulher aos 40


Caroline Kinsey, de 42 anos, viveu como um homem por 40 anos. Isso porque os pais dela só disseram que a inglesa era hermafrodita quando tinha 19 anos. Até os 40, Caroline, da cidade de Darwen, na Inglaterra, era chamada de Carl John Baker.

Condição: Caroline Kinsey, que foi criado como um homem chamado Carl, só descobriu que tinha ambos os órgãos sexuais, masculino e feminino, aos 19 anos

Ainda vivendo como homem, a inglesa se casou com uma mulher e se divorciou pouco tempo depois. Caroline sofreu anos de bullying na escola por causa das características femininas do corpo e da voz. Até que os pais resolveram contar a verdade.
- Desde pequena, sempre soube que era diferente. Mas nunca pude tocar no assunto.
Depois de um casamento curto e fracassado com uma mulher e uma depressão período de sofrimento, Caroline decidiu se vestir como uma mulher há dois anos e agora quer assumir uma permanente "personaalidade feminina".
Tudo começou a fazer sentido para Caroline, depois de descobrir a verdade.

- Minha mãe me mostrou as fotos do dia do meu nascimento e contou da reação da enfermeira, ao descobrir que eu tinha os dois órgãos genitais. As pessoas que passaram por toda a minha vida sabiam que eu era diferente.

Há dois anos, em depressão, a inglesa resolveu viver como mulher. Era uma tentativa de se sentir melhor.

- No começo foi muito estranho. Mas rapidamente eu percebi que era a coisa certa para mim. Eu cresci como um garoto, mas não deveria, porque segredos foram escondidos de mim. Eu não me sinto bem em roupas masculinas, então decidi me dar uma chande e vestir roupas de mulher.

Caroline conta que algumas pessoas ainda não conseguiram aceitá-la como mulher. Mas isso não chega a ser um problema. A inglesa está procurando ajuda de especialistas para remover a genitália masculina.

- Espero que isso me ajude a deixar o passado para trás e encontrar um amor. [extra.globo.com]


Intersexo: nem totalmente MACHO OU FÊMEA

A condição de ser "Intersexo" afeta um em cada 2.000 nascimentos no Reino Unido (embora os números possam ser muito mais elevados) e há uma estimativa de 30.000 pessoas intersexuais no Reino Unido.

Existem várias anormalidades conhecidos que podem levar a ambiguidade sexual específica.

Chamada "síndrome XX masculina que 'ocorre em pessoas que têm dois cromossomos X - um dos quais contém uma quantidade significativa de material genético de um cromossomo Y.

Essas pessoas parecem ser do sexo masculino, mas são, na verdade, geneticamente do sexo feminino. Normalmente, eles possuem órgãos sexuais masculinos, mas estes, muitas vezes, são subdesenvolvidos.
Eles também costumam desenvolver seios e têm uma voz estridente.

Na verdade, os biólogos passaram a reconhecer uma série de condições, tanto genética e outras, que são rotulados ao abrigo do "intersexo" - que substitui termos mais antigos, como "hermafrodita".

Pessoas intersexuais podem ser geneticamente do sexo feminino, mas fisiologicamente masculino. Alguns serão hermafroditas verdadeiros, produzindo dois óvulos e espermatozoides.

Muitos têm sido submetidos a "cirurgia de redesignação de sexo" após o nascimento, às vezes com sucesso, muitas vezes, não.


dailymail.co.uk


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar, só lembramos que não podemos aceitar ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Comentários racistas, homofóbicos e caluniosos não podemos publicar.

Postar um comentário